Fim-de-semana com animação e tradição na XXVI Feira Agrícola do Vale do Mouro

Outdoor_Final

Certame aposta na divulgação de produtos e costumes da região

A XXVI Feira Agrícola do Vale do Mouro, certame promovido pela Junta de Freguesia de Segude, com apoio da Câmara Municipal de Monção e Associação de Freguesias do Vale do Mouro, começa hoje à noite e prolonga-se até domingo, 8 de Maio.

Sob a área coberta de 3 mil metros quadrados, engloba um conjunto diversificado de actividades recreativas e musicais que prometem encher o recinto da feira, apresenta este ano algumas novidades, nomeadamente a corrida de cavalos a trote com atrelado e a apanha do porco.

A tarde de amanhã, sábado, será preenchida com o programa “Aqui Portugal”, da RTP1, mas o tiro de partida a ser dado hoje (sexta-feira) à noite pelo grupo Roconorte.

A abertura oficial do certame agrícola arranca oficialmente às 10 horas de sábado com cerimónia protocolar, visita aos expositores, actuação da Banda Juvenil da Casa do Povo de Tangil, e VII Monção TT.

12919924_1586177491699693_3473073251723602548_nAinda no sábado, a partir das 20h30, haverá actuação do Grupo Rusgas de Merufe, Grupo Bombolásticos, e Grupo Bombinhos de Fontoura. Segue-se encontro de concertinas livre, actuação de Pedro Gonçalves, do programa “The Voice Portugal”, e concerto com a banda vianense Jarojupe.

O domingo “abre” pelas 08h00 com feira do gado, onde os melhores exemplares serão premiados, passeio de BTT/Caminhada e, pelas 10h30, actuação do Grupo de Concertinas “Os Magníficos”.
Depois do almoço, pelas 15h00, tarde hípica com prova de passo travado e festival folclórico com os agrupamentos de Merufe, Mazedo, Troviscoso e Moreira. O certame encerra ao final da tarde ao som das Gaitas e Cantares da Portela e Grupo Bombolásticos.

A par destas actividades, a Feira Agrícola do Vale do Mouro apresenta diversos expositores com material e equipamento relacionado com o sector, artigos manufacturados de artesanato, produtos regionais, e tasquinhas típicas com ementas e vinhos da região.

Realizado em Segude desde 1990, o certame agrícola aposta na preservação da tradição sem descurar aspectos de modernidade e pretende assumir-se como um local privilegiado para o estabelecimento de relações pessoais e empresariais entre os profissionais do sector.