Castro Laboreiro vai ‘queimar’ o Ano Velho a 30 de Dezembro

Um encontro de culturas e de gerações que promete animar a noite

A “Queima do Ano Velho” vai animar Castro Laboreiro no dia 30 de Dezembro. A iniciativa para esta dinâmica em terra castreja é de Sónia Nogueira, administradora da página facebook.com/turismopnpg e doutorada em Marketing com especialização na vertente do Marketing de Turismo em espaços naturais, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Melgaço e da Junta de Freguesia de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro.

qav1O evento tem início às 23h00 de sexta-feira (30), com concentração junto ao Posto de Turismo de Castro Laboreiro. Daí sai um pequeno cortejo do Ano Velho com os Gaiteiros da Lobeira pelas ruas de Castro Laboreiro rumo ao Centro Cívico, onde será queimado o Ano Velho em jeito de despedida e oferecida uma queimada e outras surpresas aos participantes.
Esta é mais uma iniciativa que visa animar a Vila de Castro Laboreiro e abre a possibilidade gratuita a todos os que se queiram juntar à festa.

A tradicional queimada galega e os sons celtas muito assentes nas tradicionais gaitas de foles serão trazidos para este evento relembrando, assim, tempos idos. Na esperança de um ano melhor queima-se a figura do pai velho deixam-se votos de um excelente 2017.

Estas iniciativas visam dar a conhecer os locais que compõem o Parque Nacional Peneda-Gerês incentivando à cooperação entre diferentes stakeholders (partes interessadas) num esforço conjunto de promoção do turismo da região. Por esta via, ganham as entidades envolvidas e ganham os turistas que, de outra forma, nunca teriam a oportunidade de conhecer, explorar, perceber e degustar tudo o que estas regiões e estas gentes têm para oferecer.

Recuperar tradições e rituais de tempos remotos, incentivando à participação quer de turistas quer de gentes da terra, revela-se cada vez mais importante no sentido de não deixarmos perder hábitos e costumes que são, afinal, os pilares da nossa cultura popular. O potencial turístico associado a este tipo de iniciativas é enorme tal tem vindo a ser visível pela evolução que o turismo tem vindo a ter no nosso país. Castro Laboreiro emerge como uma região com elevado potencial que carece ainda de maior exploração e o turista que vai a Castro Laboreiro sai sempre com o desejo de regressar.