Festival “Filmes do Homem” 2017: Candidaturas ao prémio Jean Loup Passek abertas até 17 de Março

O Festival Internacional de Documentário de Melgaço FILMES DO HOMEM tem abertas, até 17 de Março, as candidaturas de filmes documentais ao prémio Jean Loup Passek. O concurso está aberto a filmes de qualquer nacionalidade e duração e, à semelhança dos anos anteriores, devem reflectir sobre os temas identidade, memória e fronteira. O prémio Jean Loup Passek está integrado no FILMES DO HOMEM, festival de documentário de Melgaço, que este ano vai decorrer de 1 a 6 de Agosto.

Os filmes submetidos serão analisados pelo júri do prémio Jean Loup Passek, que em 2017 será constituído pelo cinéfilo André de Oliveira e Sousa, pelas realizadoras Graça Castanheira e Iris Zaki, pelo produtor Rodrigo Areias e pelo programador e autor brasileiro Sérgio Rizzo.

Os documentários seleccionados serão exibidos durante o festival, altura em que serão também anunciados os vencedores. O vencedor na categoria de longa-metragem será premiado com um prémio no valor de 3000 euros, a melhor curta-metragem receberá 1500 euros e o melhor documentário português a concurso arrecadará o prémio nacional, no valor de 1000 euros.

Todas as informações sobre o prémio e processo de candidatura podem ser encontradas na página da Internet do festival, em www.filmesdohomem.pt, bem como a ficha de inscrição: http://filmesdohomem.pt/premiopassekinscricao.php.

Recorde-se que o prémio Jean Loup Passek foi assim baptizado em homenagem ao escritor e crítico de cinema francês, falecido em Dezembro de 2016, que doou o seu espólio ao município de Melgaço, estando parte dele exposto no Museu de Cinema de Melgaço Jean Loup Passek, inaugurado em 2005.

O festival FILMES DO HOMEM é uma iniciativa da Câmara Municipal de Melgaço em parceria com a AO NORTE – Associação de Produção e Animação Audiovisual, que pretende promover e divulgar o cinema etnográfico e social, reflectir sobre identidade, memória e fronteira.

FdH