O culto do chá e a arte da caligrafia chinesa mostram-se à população melgacense

Iniciativa decorre no dia 2 de Abril pelas 15h30 na “Aromas & Caprichos”

O Instituto Confúcio da Universidade do Minho, entidade sem fins lucrativos vocacionada para o desenvolvimento da cultura chinesa, e a Pastelaria e Salão de Chá Aromas & Caprichos promovem no próximo domingo (2 de Abril), pelas 15h30, a iniciativa sob a temática “Ao encontro da cultura chinesa”.17354970_10208446745586851_816716615_n

No ano em que o Instituto Confúcio da Universidade do Minho completa o seu 10° aniversário, esta dinâmica na pastelaria e salão de chá de Melgaço contará com a presença da Directora, Dra. Zhang Yan, assim como a melgacense e Mestre desta entidade, Prof. Bárbara Urze de Araújo.

A acção contará com um painel dedicado ao chá, no qual a professora Bárbara Urze de Araújo versará sob “O Culto do Chá”, identificando as nuances desta bebida que tem na cultura chinesa as suas raízes; o segundo painel, designado “Caligrafia Chinesa”, pela professora e directora do instituto, Zhang Yan, destacará as influências da escrita e elucidará sobre a arte da caligrafia chinesa.

A iniciativa é de entrada gratuita, com direito a prova de chás e biscoitos.

Cartaz A&C