Festival Filmes do Homem: Residência Cinematográfica e Fotográfica com inscrições abertas até 30 de Junho

O Festival Internacional de Documentário de Melgaço FILMES DO HOMEM organiza, pelo 4º ano consecutivo, a residência Cinematográfica e Fotográfica Plano Frontal, a decorrer em Melgaço de 27 de julho a 5 de agosto de 2018. Tal como nos anos anteriores, a residência destina-se a jovens criadores, finalistas ou recém-graduados de escolas de Cinema e Fotografia, que deverão submeter a candidatura até ao dia 30 de Junho.

Na área da Fotografia as candidaturas são individuais, enquanto na área de Cinema devem ser apresentadas candidaturas coletivas, constituídas cada uma por três elementos: um realizador, um operador de imagem e um operador de som. Entre todas as candidaturas apresentadas serão selecionados três fotógrafos e quatro equipas de cinema documental para, durante a residência, realizarem um projeto que aborde temas específicos sobre a região de Melgaço.

Desde 2014, altura da primeira edição da residência Plano Frontal, a residência já recebeu jovens cineastas e fotógrafos de várias regiões de Portugal, Itália, Japão e até das Filipinas. Durante as várias edições da residência foram produzidos 16 documentários e nove projetos fotográficos. As inscrições são gratuitas e a organização garantirá aos selecionados alojamento e alimentação durante o período da residência, bem como equipamento e apoio logístico para desenvolverem o trabalho.

Tanto os projetos documentais como os fotográficos serão orientados por Pedro Sena Nunes, realizador com ampla experiência pedagógica, e apoiados pela equipa de produção da residência artística, formada por Carlos Eduardo Viana, Rui Ramos, João Gigante, Mário Gomes, Miguel Arieira e Daniel Deira.

A residência Plano Frontal insere-se no festival FILMES DO HOMEM, organizado pela Câmara Municipal de Melgaço em parceria com a AO NORTE – Associação de Produção e Animação Audiovisual, e pretende promover e divulgar o cinema etnográfico e social, refletir sobre identidade, memória e fronteira e contribuir para um arquivo audiovisual sobre a região.asd

O objetivo do projeto Plano Frontal é contribuir para um arquivo audiovisual sobre o património imaterial de Melgaço, dotar o Espaço Memória e Fronteira de obras audiovisuais que abordem a história da região, promover a fotografia e o filme documentário e potenciar o aparecimento de novas equipas técnicas e artísticas.

Durante o Festival, de 30 de julho a 5 de agosto, os participantes terão também a oportunidade de assistir à projeção de documentários, visitar exposições de fotografia e participar nas demais atividades do festival.

 

Informações complementares sobre a residência cinematográfica:

http://www.filmesdohomem.pt/planofrontal.php