Monção e Melgaço à espera de mais de 2000 ciclistas a 23 de Setembro

Primeira grande prova da sub-região promete juntar grandes nomes do ciclismo mundial

 

É já no dia 23 de Setembro que o território de Monção e Melgaço recebe a sua primeira grande prova de ciclismo de impacto nacional: O “Monção e Melgaço Granfondo” chama à região mais de 2000 participantes, entre os quais importantes figuras do ciclismo nacional e internacional.

Entre outras grandes figuras do ciclismo mundial, estão já confirmadas as participações do campeão do mundo de estrada, Rui Costa, do espanhol Alberto Contador, dos galegos Óscar Pereiro, Álvaro Pino e dos portugueses Marco Chagas e Joaquim Andrade.

Manuel Zeferino, antigo ciclista e organizador do evento, apresentou o percurso do Granfondo no final de 2017, nas instalações da Escola Superior de Desporto e Lazer de Melgaço, procurando incluir na rota com 140 quilómetros as potencialidades turísticas do território. A prova maior do evento passará assim por referenciáveis localidades de montanha do concelho melgacense, nomeadamente, Fiães, Lamas de Mouro, Parada do Monte e Branda da Aveleira, entre outras.

A apresentação da prova teve também a presença do presidente da Câmara Municipal de Monção, António Barbosa, Manuel Pinheiro, Presidente da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) e Jorge Magalhães, Vice-presidente da TPNP. O evento é uma organização conjunta das Câmaras Municipais de Melgaço e Monção juntamente com a Bikeservice, entidade promotora, contando com o apoio de diversas entidades.

O evento com partida e chegada em Monção e passagem por Melgaço oferece três distâncias: Granfondo com 140 km, Mediofondo com 104 km e o Minifondo, com 62 km. “Seja qual for o escolhido, há pelo menos uma certeza: a beleza das paisagens, repletas de verde e cursos de água”, destacou a organização. 

“Esta proposta que nos foi feita por Manuel Zeferino, um homem que trabalha há muitos anos esta outra forma de fazer desporto, propôs-nos trazer o Granfondo para o contexto da sub-região, achamos que era uma boa oportunidade, agarramo-la com unhas e dentes e queremos consolidar esta oportunidade”, notou o presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Manoel Batista.

“Temos a certeza de que o evento mobilizará à nossa região muitas pessoas, não só atletas, como curiosos movidos pela adrenalina do ciclismo. A prova será, com toda a certeza, um evento de grande promoção para o território e para o seu ex-libris, o Alvarinho”, referiu ainda o autarca de Melgaço, considerando que “a prova será mais uma das apostas para atrair visitantes ao nosso município. Melgaço é um destino de natureza por excelência, com características geográficas e geológicas que lhe concedem uma posição de destaque na região Norte de Portugal. Queremos que seja um evento de referência: Ganha o território, os produtores, a economia, ganhamos todos”.

A Secretária do Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, em visita ao território no final de 2017 e presente neste lançamento, realçou “o luxo actual” do turismo fora dos destinos tradicionais e a inovação na apresentação do território. “O luxo actual é autenticidade dos territórios, das pessoas e é isso que Melgaço está a fazer com Monção, que é juntar o desporto ao vinho, à gastronomia e ao território para dar a conhecer cada vez mais o nosso país”.

O Monção e Melgaço Granfondo é aberto a profissionais, amadores e sociedade civil. As inscrições, com um custo de 30 euros para atletas federados e de 35 euros para não federados. Mais informações em www.moncaoemelgacogranfondo.com.