Componente religiosa nas festas concelhias? Autarquia tem “toda a abertura para conciliar a programação” mas respeita “autonomia” das paróquias

A memória da ligação das festas concelhias de Agosto às celebrações religiosas em honra de Nossa Senhora da Pastoriza não é recente, mas não esquecida.

Alguns populares defendem a reactivação da componente religiosa no programa cultural festivo de Agosto, mas a autarquia assegura que essa comunhão de eventos não passa pela vontade da sua programação.

Terá sido a quebra da tradição da festa religiosa que deu início à programação da Festa da Cultura (agora Melgaço em Festa), “mais vincada com apontamentos culturais”.

No entanto, um possível regresso das celebrações religiosas dependeria da comunidade religiosa.

“Se porventura essa componente vier a ser colocada, teremos toda a abertura para conciliar a nossa programação com outras actividades e concretamente com alguma dinâmica pastoral. Seria desejável que acontecesse, mas isso depende muito da dinâmica da comunidade e com o que os líderes que tem”, ressalvou o autarca.

João Martinho