Casa Agrícola abre espaço comercial 1100 m² em Melgaço. Investimento ronda os 450 mil euros


Fotos: João Martinho e Divulgação CA

Mais de três décadas após a aposta em estabelecimento em Monção, a Casa Agrícola abriu portas, no início de Março, ao seu posto de venda de produtos para a agricultura, jardim e para animais domésticos em Melgaço.

José Domingues (na foto), sócio-gerente da Casa Agrícola, com raízes familiares em Roussas (Melgaço), abre assim um espaço comercial num território que conhece por afinidade e por actividade profissional, onde desempenhou funções, desde 1982 e durante cinco anos, na Cooperativa de Melgaço.

A loja Agromel, propriedade dos mesmos empresários, a funcionar no centro urbano, continuará a dar resposta às necessidades dos clientes, mas já não cumpria as exigências de um espaço que procurava diversificar, organizar e criar comodidade para que os clientes possam carregar os produtos sem obstruir o trânsito na vila melgacense.

Assim, nos 1100 metros quadrados do novo espaço localizado em Remoães, a nova superfície comercial expõe numa área mais atractiva, funcional e arejada os produtos relacionados com a agricultura, os adubos, rações, sulfatos, material de rega completa, fundamentais nas vinhas e para jardim, entre outros produtos para animais domésticos.

 “Temos o conhecimento pela experiência de muitos anos, mas também porque conhecemos a maior parte dos produtores e eles conhecem os nossos técnicos. Além disso temos os produtos com maior procura, das marcas que as pessoas conhecem e são de maior referencia”, explica José Domingues.

O investimento, na ordem dos 450 mil euros, apenas na construção da estrutura, representam um investimento “a longo prazo” que os investidores consideram ser necessário e que trará solidez ao sector.