Figuras & Factos: Especial Fotografia

 

 

 

Andrea Esteves tem 19 anos, nasceu em Andorra mas vive em Melgaço há nove, onde regista muita da sua fotografia documental. Entre os anos 2018 e 2019 frequentou o curso Profissional de Fotografia no Instituto de Produção Cultural & Imagem, no Porto.

De volta a Melgaço e ao mundo do trabalho, não quis o destino, até ao momento, que a fotografia fosse um deles, mas já tem ideia do tipo de registo que mais lhe agrada.

“Existem muitos [estilos], mas o meu preferido é o documental. Mostra o quotidiano e a rotina, mas graças à fotografia, esse quotidiano e essa rotina podem ser transformados em arte, mostrando a realidade e a beleza de pequenos momentos”, considera a jovem fotógrafa.

Actualmente, a fotografia é apenas um hobbie e assume ter ainda “muita coisa para aprender” até chegar à eficiência que pretende, mas não esconde a vontade de ser “fotógrafa profissional documental”.

Andrea Esteves | Trabalhos rurais

 

 

Gabriel Cristiano, nascido (há 26 anos) e residente em Melgaço, mantém “desde pequeno” uma relação próxima com a fotografia. Em 2013 foi o vencedor do passatempo “Alvarinho – A melhor fotografia das vindimas 2013” e conquistou ainda o quarto lugar no concurso de fotografia “Paisagem”, promovido pelo Município de Melgaço.

Em Fevereiro de 2014 levou a efeito a sua primeira exposição fotográfica, “Olhares”, no extinto Garrafeiracaffebar, em Melgaço.  Em 2017 ingressou num CTeSP de Artes e Tecnologia (luz, som e imagem) para aprofundar o conhecimento nas três áreas complementares do meio audiovisual.

Em Junho de 2018 expôs na casa da Cultura de Melgaço o trabalho fotográfico resultante do exercício académico “Aprendizagem III”, uma “narrativa fotográfica” a que chamou ‘Pra Ti’. Actualmente trabalha como freelancer na área de fotografia, design e comunicação.

“Sou feliz a fotografar tudo. Para mim, a fotografia reaviva memórias com detalhes, sons, cheiros, cores e sentimentos. Dá-nos a possibilidade de trazer de volta pessoas e lugares. Não fotografo apenas com a câmara, ao acto de fotografar junto sempre os livros que leio, os filmes que vejo, a música que ouço e as pessoas de que gosto. A fotografia é como uma espécie de alimento para a minha alma”, descreve o fotógrafo.

Gabriel Cristiano | Neve

 

Tiago Fernandes tem 30 anos, reside em Melgaço e trabalho na área da publicidade em Valença. Os seus registos fotográficos – tal como outros já feitos pelos fotógrafos destacados nesta rubrica – foram já publicados em edições impressas deste jornal.

Não tem formação em fotografia, apenas em ilustração gráfica, mas assume o seu olhar atento e a vontade de ver de uma perspectiva diferente.

O interesse pela fotografia surgiu com a compra de uma câmara analógica, e desde então foi comprando outras câmaras, que lhe foram norteando o estilo.

“A determinada altura decidi definir um estilo e comecei a fotografar natureza e retratos na natureza”, conta, confessando que esse foi um processo que foi amadurecendo com ajuda da namorada.

“A fotografia é uma área onde se aprende todos os dias. Aprendemos a ver o mundo de uma maneira diferente. Analisámos sombras e luz de uma forma que outras pessoas poderão não entender. Costuma dizer-se que os fotógrafos são pintores, mas em vez de tinta, usam a luz”, observou.

Tiago Fernandes | Centro Histórico

(Figuras & Factos: Especial Fotografia publicado na edição impressa de Março do jornal “A Voz de Melgaço”)