Bombeiros de Melgaço reforçam combate a incêndios com nova equipa de apoio… Mas aguardam há um ano por 40 EIP


Texto e fotos: João Martinho/AVM


Com 58 elementos no corpo activo, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Melgaço (AHBVM) conta, a partir de 1 de Julho, com três equipas de combate e apoio em casso de incêndios rurais.

À Equipa de Intervenção Permanente (EIP) composta por cinco elementos e apta a responder a todo o tipo de ocorrências (excepto transporte de doentes não urgentes) junta-se, desde 1 de Junho a 15 de Outubro, a Equipa de Combate a Incêndios (ECIN), com cinco elementos e uma viatura de combate a incêndios florestais e ainda, de 1 de Julho a 30 de Setembro, uma Equipa Logística de Apoio ao Combate (ELAC) com dois elementos e um veículo tanque para apoio à ECIN no abastecimento de água.

José codesseira, 2º Comandante dos BVM

A novidade no dispositivo de resposta à ocorrência de incêndios rurais será, este ano, a inclusão da equipa logística, que em Melgaço representará uma considerável melhoria no combate às chamas assim que concluídas as adaptações de um veículo cisterna com capacidade para nove mil litros de água.

José Codesseira, 2ª Comandante dos Bombeiros Voluntários de Melgaço, prevê uma maior eficácia no combate pelos dispositivos disponíveis mas admite haver alguma dificuldade de circulação no terreno…