Simbologia natalícia explicada: A Árvore de Natal


José Rodrigues Lima


A tradição da árvore de Natal é de origem germâni­ca, e data do tempo de S. Bonifácio. Foi adoptada para substituir os sacrifícios do car­valho sagrado ao deus pagão Odin, adorando-se uma árvore em homenagem ao Deus Menino.

Uma das primeiras pessoas a adoptar o costume da árvore de Natal parece ter sido a rainha Carlota, esposa de Jorge III, da Inglaterra, que nas festas cristãs do fim de ano enfeitava as árvores com brinquedos, doces e lanterninhas.

A árvore é considerada protecção da divina Provi­dência à infância e à inocência. O costume generalizou-se por todo o mundo e hoje, para além da árvore de Natal que por sua vez se levanta nas nossas casas, a par do presépio, há empresas, e até cidades, que levantam, ao ar livre, gigantescas árvores de Natal.