Simbologia natalícia explicada: O Pai Natal


José Rodrigues Lima


A história do Pai Natal é baseada num facto verda­deiro. No século IV, Nicolau, bispo de Mira, cidade situa­da entre Rodes e Chipre, tinha o hábito de distribuir presentes entre os pobres, mas não gostava de receber agradecimentos.

Mesmo depois da sua morte, as crianças holandesas acostumaram-se a colocar os seus sapatos à porta de casa, esperando a visita de S. Nicolau. Faziam-no na noite de 5 para 6 de Dezembro data da canonização do santo.

O costume generalizou-se, mais tarde, por ou­tros países, inclusivamente em França que, em vez de festejar S. Nicolau a 6 de Dezembro, mudou a data para a noite de Natal, passando a chamar-lhe “Pai Natal”.