Alto Minho 2030: CIM Alto Minho realiza em Melgaço conferência sobre conetividade e acessibilidade transfronteiriça

Pedro Nuno Santos, Ministro das Infraestruturas e da Habitação preside à sessão de encerramento e inaugura Festa do Alvarinho e do Fumeiro 2022

 

A CIM Alto Minho promove amanhã (22 de abril), na Escola Superior de Desporto e Lazer (ESDL- IPVC), a conferência “Alto Minho 2030 – “Desafios da Cooperação Transfronteiriça & Conetividade e Acessibilidade Territorial: Qual o posicionamento do território do Alto Minho?”, uma iniciativa que procura dinamizar um processo de participação alargada onde os vários actores tenham voz ativa e contribuam para a predefinição de prioridades e iniciativas âncora para o período 2021-2027.

Com início marcado para as 16 horas no Auditório da ESDL, a conferência conta com um painel subordinado ao tema “Conectividade e Acessibilidade Territorial Transfronteiriça” e as intervenções de Luísa Cordeiro, gestora regional das Infraestruturas de Portugal; António Cruz, consultor; e Raquel Meira da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

Seguir-se-á um painel de debate moderado por Tiago Girão do Porto Canal. A sessão de encerramento será presidida por Manoel Batista, enquanto presidente da CIM Alto Minho; Beraldino Pinto, vice-presidente da CCDR-N; Jesús Gamallo, diretor-geral de Relações Exteriores e com a UE (Xunta da Galiza); e Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas e da Habitação.

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) pretende, em parceria com as principais entidades e de sectores representativos da região, desenvolver o quadro estratégico da Intervenção Integrada de Base Territorial para o Alto Minho – “IIBT Alto Minho 2030”, a partir da atualização/ revisitação da Estratégia “Alto Minho 2030”, documento que se pretende que venha a constituir o referencial base dos principais projetos e ações a desenvolver no próximo período de programação.