#ÉsCura | Abril 2022: Cada um de nós é um FAROL cheio de luz que se ilumina a si mesmo e se percebe à distância (…)

 

 

Abril começa com uma mentira! Daquelas que, ainda por cima, é celebrada!

E talvez seja pertinente pararmos para pensar em todas as mentiras que nos andamos a contar a nós próprios, durante uma vida inteira: aquelas que repetimos vezes sem conta, até ao ponto de acreditar nelas como se fossem verdades absolutas:

– «Não sei.»

– «Não sou capaz».

– «Não consigo.»

E como se isso fosse pouco, ainda ajudamos a que outros [especialmente aqueles que nos são mais próximos] também cresçam e se reforcem nessas crenças de limitação e de insuficiência!

Cada um de nós cresce com histórias que vai construindo à medida que vive determinadas experiências e lhes vai atribuindo significados que, na maior parte das vezes, se fazem acompanhar daquelas mentirinhas que falamos há instantes:

– Tu não vales nada;

– Só te acontecem desgraças.

– Tu tem cuidado que vais magoar-te!

– Desconfia da camisa das costas que as pessoas são más.

– Tu estás sozinho, não podes confiar em ninguém…

– A vida é dura e difícil.

 

E estes caminhos escuros parece que se tornam mestres em apagar as luzes que pretendem criar alguma claridade, e insistem em desligar as lanternas que vão apontando saídas pelos túneis laterais.

Voltamos à palavra central: MENTIRA. Sim, isto é uma tremenda mentira em que acabamos por ficar presos se não ganharmos consciência que o dia 1 de Abril é apenas um dia!

Cada pessoa é um mundo cheio de potencialidades, de forças e de saberes que, se forem usados de forma positiva, nos permitem ter [ser] génios e mestres em todo o lado!

Essa é a história que deveríamos aprender a contar sobre nós mesmos:

«Olhando os desafios e os cantos escuros que os caminhos vão tendo, reforço-me na certeza que cada um de nós é um FAROL cheio de luz [que se ilumina a si mesmo e se percebe à distância, projectando também a sua luz para quem dela precisar].»

E assim, desenvolvemos a certeza e a confiança de que estamos orientados através de caminhos seguros que nos conduzirão a bons portos.

Neste mês, onde já vivemos a primavera que nos traz a promessa de novas gerações, o convite é para que criemos espaço dentro de nós para esses ninhos de esperança, onde rebatemos todas as mentiras que plantamos no inverno do desamor e da descrença em nós mesmos, e, agarrando nelas com vontade, força e clareza, as transformamos em enxadas que, cavando e revolvendo a terra das culturas anteriores, a preparam para as sementeiras dos dias grandes:

– Tu tens imenso valor!

– Tu és capaz de transformar tudo o que te chega em algo muito positivo!

– Tu mereces alcançar o melhor, fazes por isso e os resultados serão favoráveis!

– Tu és incrível e vais escolher as melhores pessoas para te acompanhar!

– Tu és de confiança, confias em ti e isso vai também atrair pessoas de confiança.

– Tudo o que escolheres, vai ser-te útil e positivo, e reconhecerás bênçãos em tudo o que te chegar.

-Se não sei, vou aprender. Se não sou capaz agora, vou treinar até conseguir. E quando conseguir, vou continuar a insistir para melhorar a cada dia!

– A vida é realmente mágica, e merece ser celebrada com alegria e felicidade!

Que Abril nos traga a consciência das mentiras entranhadas e nos incentive a começar a contar histórias positivas: de limpeza, de melhoria, de superação e de conquistas.

É para isso que cá andamos!

Com carinho,
PaulaAlves